Loading...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

CULTURA SULISTA


A Região Sul do Brasil se diferencia das demais regiões brasileiras não só devido aos aspectos naturais que são bem peculiares, mas também, pelo tipo de colonização que ocorreu nesta porção do território brasileiro. Atualmente, descendentes de imigrantes alemães e italianos são predominantes nas terras sulistas. Fato que contribui para uma riqueza cultural diferenciada das demais regiões do país.

Durante o quarto bimestre estudaremos um pouco sobre a Região Sul do Brasil e suas particularidades físicas, sociais e econômicas. Contudo, para complementar nossos estudos sobre o Sul do Brasil, pesquisaremos também sobre a cultura do povo sulista.

Dessa forma, os alunos do 7º ano deverão se informa mais sobre a cultura do Sul do Brasil. Farão uma pesquisa na Internet sobre os hábitos e costumes cotidianos do “povo do Sul”. Pesquise, leia, entenda e prepare um pequeno comentário sobre o item pesquisado. Poste nos comentários deste tópico. Vale também uma curiosidade. (Veja um exemplo clicando em comentários).
Lembre-se de deixar seu nome e a sua turma. Digite primeiro no editor de textos, corrija os erros ortográficos e depois copie e cole aqui no blog.

Bom trabalho e bastante criatividade!! Sei que vocês são capazes.

DE OLHO NO FUTURO...


Já passou pela a sua cabeça que determinados profissionais estão sumindo do mercado? Já precisou de um BOMBEIRO HIDRÁULICO? Então: recentemente precisei de um na minha casa e foi uma “luta” conseguir. Foi ai que comecei a pensar sobre isso: alguns profissionais estão sumindo do mercado, estão desaparecendo. Por que será? Não sei ainda. Só sei que assim como o bombeiro hidráulico, o pintor, o pedreiro de acabamento, o carpinteiro e outros profissionais estão sendo procurados como “agulha no palheiro”, ou seja, estão em falta mesmo. E até onde eu sei, trata-se de profissionais que ganham razoavelmente bem.

Dessa forma, resolvi propor aos alunos do 9º ano, (principalmente para aqueles que estão muito interessados em terminar o 9º ano e trabalhar pelo menos durante meio expediente) uma pesquisa sobre profissões que não requer o Ensino Médio. Não se trata de uma apologia contra o Ensino Médio. Pelo contrário, penso que os alunos podem trabalhar e aprender uma profissão, enquanto cursam em horário alternado o Ensino Médio.

A pesquisa tende a descobrir o que o profissional faz e como faz, bem como o quanto ganha em média. Pesquise, entreviste o profissional com o qual você foi sorteado em sala de aula e registre aqui o resumo da sua pesquisa. Poste nos comentários deste tópico. (Veja um exemplo clicando em comentários).
Lembre-se de deixar seu nome e a sua turma. Digite primeiro no editor de textos, corrija os erros ortográficos e depois copie e cole aqui no blog.

Bom trabalho!

"A ÁFRICA DESCONHECIDA"


O terceiro maior continente da Terra, ocupa, com as ilhas adjacentes, uma superfície de cerca de 30.330.000 km² ou 22% do total da massa terrestre.

Quando se fala em África o primeiro pensamento que nos vem em mente é a miséria, a fome e a AIDS que cresce assustadoramente nos países africanos. De fato, não há como fugir da realidade, a África do mundo globalizado é mesmo um continente com grandes contrastes socioeconômicos.

Por outro lado, vale ressaltar que o continente africano apresenta uma riqueza natural exótica e peculiar. Nas suas savanas, a exuberância da fauna é algo que atraí turistas do mundo todo.

Durante o quarto bimestre estudaremos um pouco sobre a África e suas particularidades. Porém, para complementar nossos estudos sobre o continente africano, os alunos do 9º ano farão uma pesquisa sobre o que há de bom na África e que merece ser destacado. Ou seja, a proposta é mostrar que a África não é só fome, miséria e diferenças étnicas.

Pesquise, leia, entenda e prepare um pequeno comentário sobre o item pesquisado. Poste nos comentários deste tópico. Vale também uma curiosidade. (Veja um exemplo clicando em comentários).
Lembre-se de deixar seu nome e a sua turma. Digite primeiro no editor de textos, corrija os erros ortográficos e depois copie e cole aqui no blog.

Bom trabalho e bastante criatividade!! Sei que vocês são capazes.

domingo, 12 de julho de 2009

A REGIÃO “PROBLEMA” DO BRASIL...


Caros alunos do 7º ano:

Durante o terceiro bimestre estudaremos a região Nordeste do Brasil, região esta, considerada por muitos pesquisadores como a região “problema” do país. Isso pelo fato de apresentar inúmeros problemas socioeconômicos, tendo como principal causa, a seca que castiga grande parte da população nordestina. Veremos durante os debates em sala de aula, que esta região tinha tudo para ser a mais desenvolvida do Brasil. Pois foi lá, ainda no século XV, que surgiram as primeiras atividades econômicas do Brasil. Basicamente o Nordeste brasileiro passou por três ciclos econômicos: a extração vegetal, a indústria açucareira e pecuária e a indústria cacaueira.

Atualmente, apesar das belas paisagens que o Nordeste abriga, os problemas causados pela seca ainda continuam sendo os mais graves para a região. Inúmeros projetos já foram realizados na região. Porém, nem sempre as verbas destinadas a tais projetos são aplicadas de fato. O mais novo projeto para região, “Transposição do rio São Francisco” já teve início neste ano. Contudo, não se sabe de fato se resolverá o problema da seca para todos os nordestinos.

Sendo assim, reflita sobre o problema da seca no Nordeste e apresente soluções para tal problema. O que poderia ser feito para solucionar este problema que já faz parte da vida de milhares de nordestinos? Qual seria o seu projeto, caso fosse um político honesto e preocupado com a população carente da região Nordeste?
Lembre-se de deixar seu nome e a sua turma. Digite primeiro no editor de textos, corrija os erros ortográficos e depois copie e cole aqui no blog.

Bom trabalho e bastante criatividade!! Sei que vocês são capazes.

EUA – POTÊNCIA ECONÔMICA E MILITAR...


Caros alunos do 8º ano:

Neste 3º bimestre estamos debatendo sobre a América do Norte, em especial sobre os Estados Unidos da América (EUA). Vimos que desde o início da independência deste país, ele já se posicionou como potência no mundo.

Durante o governo autoritário de Jorge W. Busch, praticamente todo o mundo se curvou às ordens e aos interesses dos EUA. Na verdade nem a Organização das Nações Unidas (ONU) pôde com o autoritarismo de Busch. Um bom exemplo disso é o fato dele não ter assinado o Protocolo de Kyoto e a ONU nada fez para obrigá-lo. Nem mesmo o ataque de 11 de Setembro de 2001, fez com que Jorge W. Busch se intimidasse. Muito pelo contrário, no mesmo dia declarou guerra ao Afeganistão.

Atualmente, com a saída de Busch da presidência, com a posse de Baraki Obama e com os efeitos da crise mundial, (que teve início justamente nos EUA) parece que os estadunidenses começaram a perceber que mesmo as “potências” não estão imunes a “catástrofes”.

Sendo assim, reflita sobre o tema “Mesmo com a crise econômica, os EUA podem continuar sendo considerados como potência mundial”? Redija um pequeno texto sobre este tema (mínimo 5 linhas) expondo a sua opinião. Lembre-se de colocar seu nome e sua turma no final. Digite primeiro no editor de texto, corrija os erros ortográficos, copie e cole aqui no blog. Use toda a sua criatividade. Sei que vocês são capazes. Bom trabalho!!

domingo, 19 de abril de 2009

OS PROBLEMAS DAS GRANDES CIDADES BRASILEIRAS


Nos debates em sala de aula deste bimestre, estamos abordando os problemas das grandes cidades brasileiras (Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e outras). São diversos tipos de problemas socioeconômicos e ambientais.

Do ponto de vista socioeconômico, podemos dizer que a má distribuição de renda no Brasil gera muitos contrastes sociais e inúmeros casos de exclusão social, analfabetismo, desemprego, fome, miséria, falta de saneamento básico, falta de moradia, criminalidade e diversos outros problemas.

Na questão ambiental, as grandes cidades brasileiras são as que mais colaboram para o agravamento da poluição do ar e da água, bem como a poluição sonora e visual. Visto que são nas grandes cidades (principalmente) que há mais concentração de indústrias, veículos automotivos, ruídos e propagandas por toda a cidade. Logo, o grau de poluição é bem maior.

Alunos do 7º Ano: com base neste tema e em seus conhecimentos sobre o assunto, disserte sobre os problemas das grandes cidades brasileiras e aponte possíveis soluções para tais problemas. (Valor 3,0 pontos – Mínimo de 5 (cinco) linhas coerentes com o tema proposto e sem erros ortográficos. As cópias de livros e sites da internet e/ou de colegas de sala, serão desconsideradas. Leia, reflita e deixe as suas próprias considerações. Sei que você é capaz. Bom trabalho!)

E SE NÃO TIVÉSSEMOS SOFRIDO UMA COLONIZAÇÃO?


Neste bimestre estamos debatendo em sala de aula sobre a colonização da América. Brutalmente, a América foi invadida e explorada por europeus. Em momento algum se respeitou a cultura e a organização dos povos que já habitavam o continente americano.

Vale lembrar que antes da chegada de Cristóvão Colombo e toda a sua tripulação, o continente americano era habitado e organizado por diversas tribos indígenas. Algumas tribos bastante evoluídas para a época, como por exemplo: os incas, os maias e os astecas, que eram povos que dominavam conhecimentos de arquitetura, matemática e astronomia. Contudo, os colonizadores europeus não respeitaram tal organização. Impuseram uma nova cultura, escravizaram e até destruíram muitos povos americanos. Exploraram os recursos naturais e enriqueceram seus países de origem através de um trabalho escravo.

Todos esses fatos que são abordados em nossos debates sobre a América em sala de aula, nos levam à reflexão de como seria atualmente a América, caso não houvesse acontecido a invasão e a colonização européia. Será que estaríamos melhores ou piores do que estamos hoje? Será que os países latinos americanos seriam mais ou menos desenvolvidos do que são atualmente?

Alunos do 8º Ano: com base neste tema e em seus conhecimentos sobre o assunto, disserte sobre a possível “não colonização da América”. Como estaríamos atualmente, caso Colombo ou qualquer outro colonizador não tivesse “pisado” na América? Considere em sua opinião os aspectos ambientais, econômicos, sociais e culturais. (Valor 3,0 pontos – Mínimo de 5 (cinco) linhas coerentes com o tema proposto e sem erros ortográficos. As cópias de livros e sites da internet e/ou de colegas de sala, serão desconsideradas. Leia, reflita e deixe as suas próprias considerações. Sei que você é capaz. Bom trabalho!)

sábado, 28 de março de 2009

"CONTINUA AS COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DA ÁGUA"...


Dando continuidade às comemorações do “Dia Internacional da Água”, os alunos do 6º Ano participaram de uma oficina sobre a “Expedição Manuelzão 2009”. Expedição esta que percorrerá o Rio das Velhas e visitará todos os municípios por onde o referido rio “corta”.

Os alunos assistiram a um espetáculo da dupla de humoristas: Tesourinha e Chefinho. Em seguida participaram de um concurso de desenho onde o tema proposto foi o “Rio das Velhas do Futuro”.

Veja os melhores momentos...



quinta-feira, 26 de março de 2009

"DIA INTERNACIONAL DA ÁGUA EM DOSE DUPLA"


O dia 22 de Março, “Dia Internacional da Água” foi comemorado em dose dupla, resultado de uma parceria entre a Escola M. Manoel Salvador de Oliveira, o Posto Ello e o SAAE.

No dia 21/03 os alunos patrulheiros do Projeto CHEGA, realizaram uma blitz educativa no Posto Ello de Itabirito, onde os motoristas receberam um folder com dicas sobre o consumo adequado de água, um adesivo com a frase: “Eu economizo água” e um copo d´água. Houve muito envolvimento e empolgação de alunos e clientes do Posto.

Domingo, dia 22/03 a blitz se repetiu em frente ao Parque Ecológico de Itabirito, onde aconteceu também o plantio de árvores e uma palestra sobre a importância de um consumo mais racional da água.




Confira as fotos do evento...



quinta-feira, 12 de março de 2009

"PARCERIAS PARA UM MUNDO SUSTENTÁVEL"


A quarta-feira do dia 11 de março foi um dia muito especial com acontecimentos que deixaram toda a “Equipe Manoel Salvador” muita orgulhosa. Logo após o almoço, aconteceu a primeira visita temática do SGI na Escola. Os alunos da professora Marina, com o apoio da supervisora Cléa Braga, deram um show com o projeto “Palanquinho (Soltando a Voz)” com o poema “Leilão de Jardim”, de Cecília Meireles. A equipe do SGI foi unânime em homenagear e dar vários positivos ao projeto.

No final da tarde, a escola teve o privilégio e a honra de receber a visita da Equipe do Posto Ello (Vicente, Fabrício e Edimilson) patrocinador oficial do Projeto CHEGA. A Equipe esteve acompanhada pelo Secretário de Esporte, Sr. Arnaldo dos Santos.

O objetivo da visita foi um encontro e uma conversa com os patrulheiros do projeto CHEGA, e também para entregar aos mesmos as camisas que a Equipe do Posto Ello pediu para confeccionar especialmente para uniformizá-los.


Foi uma tarde agradável de muita satisfação para a diretora Jussara, a supervisora Ziléa, o professor Vicente e claro, para a equipe de patrulheiros.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

"FÓRUM DAS ÁGUAS"


Dia 22 de Março é comemorado o "Dia Mundial da Água". Por mais que a maioria das pessoas não acredite que água doce do mundo está acabando, várias pesquisas revelam que este líquido tão precioso e fundamental para vida na Terra, a cada novo ciclo diminui.

Segundo pesquisa das Organizações das Nações Unidas (ONU), há cerca de 40 países no mundo onde grande parte da população já sofre com a falta de água doce potável.

Sendo assim, para comemorarmos o Dia Mundial da Água da melhor maneira, abrimos este "Fórum das Águas" onde todos poderão deixar dicas e experiências de como consumir a água de forma mais consciente, ou seja, de forma mais sustentável.

As melhores dicas e/ou experiências de um consumo sustentável farão parte do "folder" que está sendo elaborado pela equipe do Projeto "CHEGA". Este folder será distribuído em Itabirito pelos patrulheiros do CHEGA, entre os dias 21 e 22 de Março.

PARTICIPE, OPINE E COLABORE PARA QUE ÁGUA DOCE NUNCA ACABE.